As vantagens do uso de energia solar em casa

Estamos vivenciando uma crise ambiental que afeta não somente a economia global, mas também a nossa economia doméstica. Gerar a própria energia se tornou uma realidade necessária nos atuais moldes do setor energético brasileiro. 

 A maioria dos países desenvolvidos está investindo em energias renováveis, como o aproveitamento da luz do sol (energia solar), do vento (energia eólica), dos rios e correntes de água doce (energia hidráulica), dos mares e oceanos (energia maremotriz) e das matérias orgânicas, como biomassa, biocombustível e biogás, estimulando a geração de energia própria para os pequenos consumidores. 

Isso porque essa alternativa é capaz de reduzir a emissão de gases e outros poluentes na natureza, o que diminui impactos ambientais, como contaminação dos lençóis freáticos, chuva ácida, efeito estufa etc. 

O que é a energia solar?

A energia solar é a energia eletromagnética cuja fonte é o sol. Ela pode ser transformada em energia térmica ou elétrica e aplicada em diversos usos. As duas principais formas de aproveitamento da energia solar são a geração de energia elétrica e o aquecimento solar de água.

A energia solar, como o próprio nome indica, refere-se à energia cuja fonte é o Sol. Sua captação pode ser feita por meio de diversas tecnologias, como painéis fotovoltaicos, usinas heliotérmicas e aquecedores solares.

Basicamente, ao ser captada, a luz solar é convertida em energia. Nos painéis fotovoltaicos – em que a irradiação solar é convertida diretamente em energia elétrica – e nas usinas heliotérmicas – em que a irradiação é convertida primeiramente em energia térmica e posteriormente em elétrica – e no aquecimento solar, a luz solar é convertida somente em energia térmica.

Neste texto, mostramos como é vantajoso instalar um sistema de energia solar em casa. Confira!

Conheça as vantagens de ter energia solar em casa

Economia no custo da energia 

Como não poderia ser diferente, o principal motivo para a instalação de um sistema de geração de energia é financeiro. Atualmente, a alta tarifa de energia elétrica, associada ao grande grau de incerteza referente aos novos aumentos e às sobretaxas, torna esse custo cada dia mais pesado no bolso das famílias.

No que diz respeito à energia solar em casa, sobretudo em razão dos avanços das tecnologias de captação e conversão, todo o aparato físico para a sua geração teve os custos reduzidos significativamente, chegando a mais de 80% de economia. O investimento realizado com painéis solares fotovoltaicos limita-se basicamente ao projeto, à aquisição e instalação dos equipamentos. 

Também vale destacar que essa independência energética dentro de uma residência pode significar mais conforto e menos preocupação. Afinal, você poderá fazer uso de equipamentos e utensílios domésticos que, notadamente, são conhecidos como os vilões da conta de energia, como o ar-condicionado.

Valorização do imóvel

O sistema de geração fotovoltaica possui uma longa vida útil. Estima-se que ele dure de 25 a 30 anos — ou seja: no momento em que uma família instala um sistema dessa natureza estará automaticamente incorporando ao seu patrimônio um ativo de baixa depreciação e com um alto valor agregado.

Esse fato causa um acréscimo considerável no valor do imóvel não só por questões de infraestrutura física investida, mas também pelo aspecto tecnológico da residência e, principalmente, devido à sustentabilidade, altamente valorizada nos dias de hoje.

A projeção é que o Brasil esteja entre os 5 maiores geradores desse tipo de energia do mundo até 2030. Essa tendência é um bom indicativo de que seu imóvel será diferenciado no mercado — o que, por consequência, valorizará todo o seu patrimônio.

Melhoria no conforto da família

Hoje, é muito comum residências fazerem grandes esforços para economizar energia elétrica, principalmente porque o valor da conta aumentou consideravelmente e tem sido um dos itens mais onerosos dentro do orçamento das famílias.

Sendo assim, a opção por um sistema próprio de geração, que seja capaz de suportar o consumo de energia desejado, traz uma melhora na qualidade de vida da família. Todos poderão, sem medo, ter o conforto de estar em um ambiente climatizado e tomar um banho quente sem sofrer com altos valores na conta. Tudo isso ocorre de forma sustentável, renovável e eficiente.

Retorno do investimento

Com apenas alguns metros quadrados de painéis solares fotovoltaicos, sua casa pode contar com energia elétrica suficiente para todos os equipamentos eletrônicos, sendo capaz inclusive de produzir energia excedente para uso noturno através da geração de créditos e, por um preço acessível, a estrutura proporciona alta potência para uso residencial, comercial e industrial.

Em resumo, quanto mais caro estiver para se produzir a energia no Brasil, mais alto ficará o valor que o consumidor final pagará e mais viável (e rápido) será o retorno do investimento em energia solar. De todo modo, o retorno é certo, pois a energia brasileira já é relativamente cara, mesmo com a bandeira verde. 

Além disso, estamos falando de um sistema que tem uma vida útil de cerca de quase 30 anos, com baixo custo de manutenção. Isso significa que esse é um investimento altamente duradouro. Em geral, o retorno do investimento para uma família média — de 4 a 5 pessoas — costuma ocorrer em um prazo de 5 a 6 anos.

Fique livre das alterações da tarifa

O sistema de bandeiras tarifárias (verde, amarela e vermelha) existe em função da queda no nível dos reservatórios das hidrelétricas que implica na utilização de termelétricas para geração de energia. Como a energia gerada pela queima de combustíveis fósseis é mais cara (além de ser muito mais poluente) os consumidores têm que pagar mais pela energia que consomem.

Esse é, sem dúvida, um dos pontos que mais geram resistência dos consumidores na hora de instalar um sistema de geração de energia solar em casa. Porém, o que podemos adiantar é que todo o investimento realizado nessa instalação tem um retorno satisfatório.

Como se sabe, o Governo Federal implantou, desde 2015, o sistema de bandeira tarifária na conta de energia elétrica, em razão das dificuldades de geração enfrentadas pelo setor. O sistema ficou assim dividido:

  • bandeira verde: condições favoráveis de geração de energia. Não há acréscimo na tarifa;
  • bandeira amarela: condições menos favoráveis. Sobre a tarifa, incide um acréscimo de R$ 0,020 para cada quilowatt-hora (kWh) consumido;
  • bandeira vermelha — patamar 1: condições mais custosas de geração. A tarifa tem um acréscimo de R$ 0,030 para cada quilowatt-hora consumido;
  • bandeira vermelha — patamar 2: condições desfavoráveis de geração. A tarifa sofre acréscimo de R$ 0,035 para cada quilowatt-hora consumido.

No entanto, imóveis que possuem sistema fotovoltaico de energia solar em casa ficam livres dessas alterações já que, de acordo com o sistema de compensação em vigor no Brasil, cada quilowatt gerado equivale a um quilowatt consumido, independente do valor final da tarifa.

Manutenção fácil

A manutenção dos sistemas de energia fotovoltaica é muito simples. As estruturas de geração de energia são baseada na captação de radiação solar, reduzindo a necessidade de processos mecânicos e substituições de equipamentos por um tempo considerável. Assim, um mesmo imóvel pode ser abastecido de energia por muitos anos, precisando de eventual acompanhamento técnico.

E por não ter partes móveis ou motores, a manutenção do sistema se concentra principalmente na limpeza periódica dos módulos fotovoltaicos. Na maioria das vezes as chuvas se encarregam de limpá-los, mas mesmo assim é importante ter certeza que não existem obstruções que podem diminuir a eficiência do sistema.

Contribuição para o meio ambiente

As fontes de energia tradicionais são tidas como poluentes por emitirem gases que vão para a atmosfera e provocam o efeito estufa e o aquecimento global. Como consequência, temos as catástrofes naturais, como secas e enchentes.

Assim, investir em energia solar em casa é uma forma de ajudar o planeta a se recuperar dos danos causados ao longo dos anos. O sol é um recurso renovável e inesgotável. Então, se você está preocupado com a sobrevivência no planeta Terra, a geração de energia limpa é uma excelente oportunidade de ajudar a mantê-lo.

Agora que você já sabe como ajudar ao meio ambiente e poder oferecer qualidade de vida para sua família sem gastar muito, falta só escolher o lugar mais apropriado para criar momentos inesquecíveis junto com quem se ama. Conheça o Complexo Terra Santa

Estando localizado apenas a 35 minutos de Goiânia e próximo ao Arca Parque, para curtir nos finais de semana, é o condomínio fechado de chácaras ideal para todas as pessoa e todos os momentos. Confira por que vale a pena morar em um condomínio fechado em um de nossos textos do blog.