07 Cidades para viajar com a família

Fazer o planejamento, escolher as cidades para viajar com a família e aproveitar esse descanso da rotina cansativa é uma das melhores alternativas para estreitar os laços e ter mais tempo de qualidade com quem se ama, porque viajar é a ocasião perfeita para sair da rotina, descansar e aproveitar para conhecer novos lugares. 

Mas não só isso, pois também é a oportunidade de interagir e conversar com os filhos, que podem ser envolvidos em cada fase do planejamento desse momento especial. Sem mencionar, é claro, a possibilidade de criar experiências únicas e lembranças marcantes para toda a vida, aumentar a confiança e gerar parceria entre a família.

No entanto, as responsabilidades diárias fazem com que a gente deixe a viagem sempre para “amanhã”. Mas nunca é tarde para lembrar que “hoje” é um bom dia para começar a planejar as férias, nem que elas sejam curtas! Sair de onde vive com a família para curtir um fim de semana ou um determinado período é uma das melhores decisões para uma vida mais saudável e feliz.

Foi pensando nisso que reunimos X cidades e seus pontos turísticos para otimizar os seus planos para a próxima viagem e garantir que cada segundo dela seja inesquecível. Confira!

Cidades para viajar com a família:

Foz do Iguaçu – Paraná

Cataratas do Iguaçu

Elas são formadas pelo Rio Iguaçu, que percorre 1320 km até sua foz, na cidade de Foz do Iguaçu, fazendo fronteira com a Argentina. Faltando 18 km para se juntar ao Rio Paraná, o Iguaçu vence um desnível que se precipita em aproximadamente 275 quedas de 65 metros de altura em média, uma vazão média de 1500 m³ por segundo, numa largura de 2.780 metros.

Do lado brasileiro há uma trilha que passa por vários mirantes e um elevador panorâmico ligando a base das quedas ao nível superior do rio. Há também passarelas, caminhos que foram construídos para levar o turista a diversos mirantes, assim apreciando tudo de mais perto.

Parque das Aves

O parque foi criado em 1994 com a proposta de oferecer condições de preservação ambiental e reprodução de animais. Possui uma área de 17 hectares de mata nativa, onde é possível conhecer os viveiros de aves tropicais raras e coloridas como periquitos, araras, flamingos e tucanos e conta com borboletário, viveiro de beija-flores e o setor de répteis com cobras e jacarés. Atualmente, o parque tem aproximadamente 1.500 aves de 140 espécies. E dentro do passeio opcional Backstage Experience, é possível tirar foto com uma arara em seu braço.

Marco das 3 Fronteiras

No ponto que fazem fronteira comum, Brasil, Argentina e Paraguai estabeleceram seus limites territoriais e selaram uma integração construindo obeliscos nomeados de Marco das Três Fronteiras e tem um formato diferente de pirâmide pintado com as cores dos respectivos países e proporciona uma das mais belas visões da região, com vista panorâmica dos três países, podendo observar o encontro dos Rios Iguaçu e Paraná.

Aracaju – Sergipe

Palácio e Museu Olímpio Campos

O Palácio Museu Olímpio Campos, uma bela construção que conta a história da República de Sergipe, foi inaugurado em 1863, funcionou como sede do governo de Sergipe até 1995 e em 2010 foi transformado em museu. A visita é guiada e passa pelo gabinete, salão nobre e espaços que serviram de residência para os governadores e suas famílias, com grande parte dos móveis e objetos originais preservados.

Mercado Municipal Antônio Franco

Na hora do almoço, faça uma parada para recarregar as energias e aproveite para levar lembrancinhas do Mercado Municipal Antônio Franco, um dos três mercados de Aracaju. Lá você encontra artesanato e produtos típicos em geral, castanhas, pimentas, queijos, bebidas e diversas especiarias. Para comer, suba até o terraço e aposte no restaurante Caçarola, que serve comida local e ainda tem uma bela vista para o Rio Sergipe.

Oceanário de Aracaju

Um programa interessante não apenas para crianças, mas para pessoas de todas as idades é o Oceanário de Aracaju. Ele é administrado pelo Projeto TAMAR e tem o formato de uma tartaruga gigante, se destacando na Orla de Atalaia. Logo na entrada fica o maior deles, um aquário com várias espécies, incluindo arraias e tubarões. Em um dos tanques, os visitantes podem tocar em invertebrados, crustáceos, moluscos e peixes, sempre com a orientação de um monitor.

Gramado – Rio Grande do Sul

Rua Coberta

Chamada originalmente de rua Madre Verônica, a Rua Coberta está localizada no coração da cidade e na frente do Palácio dos Festivais, onde ocorre o Festival de Cinema de Gramado, e próximo da Igreja São Pedro. A rua ganhou uma cobertura (por isso o nome “Rua Coberta”) e decoração com várias plantas pendentes. 

Mini Mundo

O parque, a céu aberto, começou como uma distração e hoje é um dos lugares mais visitados da cidade, com réplicas de construções do mundo 24 vezes menores do que as construções originais e cenários do nosso cotidiano. Por lá você encontrará uma réplica da Usina do Gasômetro (Porto Alegre), o Neuschwanstein Castle (Alemanha), Museu Paulista (São Paulo), Aeroporto de Bariloche (Argentina) e muito mais! 

Snowland

Atração inaugurada no final de 2013, funciona como um complexo de diversões fechado em que o foco são atrações com neve. É o primeiro parque de neve indoor na América Latina e possui uma “Montanha de Neve” artificial com pista para praticar esqui e snowboard, descida de boia na neve, aluguel de moto na neve, além de um simulador 3D e pista de patinação. 

É uma excelente atração para um dia de chuva, afinal, o lugar é todo fechado. O estabelecimento oferece roupas e calçados de frio para ficar na área da Montanha, onde faz até temperatura negativa. Nossa recomendação é que você já vá com uma roupa quente para não sentir frio em demasia. 

Bonito – Mato Grosso do Sul

Gruta do Lago Azul

Considerada cartão postal desta cidade, ela é uma gruta enorme que abriga um lago belíssimo de 90m de profundidade em um tom de azul indescritível. O interessante é que além dela por si só já ser super cinematográfica, possui um ar misterioso bem interessante proporcionado pelos fósseis de animais pré-históricos que já foram encontrados em seu interior. 

Vale a pena ressaltar que é um passeio contemplativo, não é permitido entrar na água e também é possível observar estalagmites e estalactites (formações que levam milhares de anos para se formar). A melhor época para vê-lo é entre dezembro e janeiro, pela manhã, onde o sol entra diretamente no lago, deixando sua cor ainda mais intensa e azulada.

Aquário Natural 

O Aquário Natural é uma das atrações mais próximas do centro da cidade. A flutuação é feita no Rio Baía Bonita, onde os turistas poderão observar a nascente de dentro da água e muitos peixes. Para quem estiver se perguntando sobre o que fazer nesta localidade além disso, saiba que as trilhas também são ótimas e recomendadas pedidas. 

O interessante é que neste local é proibido ficar de pé, sendo permitido, apenas, ir flutuando junto aos peixes e vegetação da área. Quem não quiser fazer todo o percurso dentro da água, pode optar por entrar no barco de apoio que segue todo o passeio. 

Porto de Galinhas – Pernambuco

Passeio de Jangada até as Piscinas Naturais

O passeio até as piscinas naturais, seja de jangada ou até mesmo caminhando (nos dias em que a maré está bem baixa) está entre as melhores opções de o que fazer em Porto de Galinhas. Bem no centro, há uma opção da Prefeitura de Ipojuca para ir caminhando até as piscinas naturais, gratuitamente.

É preciso pegar uma senha e um guia acompanha um grupo de turistas. O tempo de permanência nas piscinas é limitado. Essa opção não acontece na alta temporada ou em feriados. Apesar disso, recomendamos fazer o passeio de jangada.

Passeio de Buggy Ponta a Ponta: Muro Alto e Pontal de Maracaípe

Outra opção bem procurada é o passeio de buggy de ponta a ponta, que visita as praias de Muro Alto a Maracaípe, sendo a melhor forma de conhecer as melhores praias de Porto de Galinhas.

Apesar de um passeio de buggy ser sempre um programa gostoso, se possível reserve um tempo adicional para retornar para Muro Alto para ficar o dia inteiro por lá. A praia é maravilhosa e possui muitas atividades, como caiaque, a enorme piscina natural e barracas de praia.

Búzios – Rio de Janeiro

Rua das Pedras

A noite de todo mundo que chega em Búzios começa na Rua das Pedras, que concentra boa parte do comércio e dos restaurantes da região. Não necessariamente os melhores restaurantes estão na Rua das Pedras, mas o ambiente é que conta. A rua é em conjunto com a Rua Manoel Turíbio de Farias (paralela à Rua das Pedras), forma a passarela das noites de Búzios. 

Não deixe de passar também na Praça Santos Dumont e visitar a feira de artesanato e dar uma conferida na programação do Cine Bardot. Fique atento também à arquitetura de Búzios. As construções não podem superar os dois andares e quase todas ainda procuram manter o aspecto de uma vila de pescadores de outrora.

Passeio de escuna

Oferecido por diversas agências e vendedores que ficam a postos no Cais do Mangue, os passeios têm praticamente o mesmo roteiro e duração. De um modo geral os tours passam por 12 praias, dentre elas algumas das mais famosas de Búzios, como Azeda, Azedinha, João Fernandes, João Fernandinho, Praia da Tartaruga e Praia dos Amores.

No entanto, vale lembrar que você não irá descer em todas elas, existem apenas três paradas para mergulho. No mais, a dinâmica do tour é como qualquer outro passeio de escuna: muitas pessoas na embarcação, serviço de bordo com bebidas e petiscos vendidos por um valor à parte e música.

Goiânia – Goiás

Parque Vaca Brava

Também localizado em uma região nobre da capital, o Vaca Brava é sempre muito lembrado pelos goianienses. Possui amplo espaço verde e um visual simplesmente encantador, o parque é ideal para caminhadas, passeios com os amigos, passeios de bicicleta e também é ideal para passear com seu cachorrinho. 

Além disso, tem um lago extenso, pista de cooper, parquinho para as crianças e um chafariz, que é destaque entre os visitantes. Aos finais de semana, recebe pessoas de todas as idades para desfrutar da agradável área verde para relaxar e apreciar uma bela vista.

Centro Cultural Oscar Niemeyer

O Centro Cultural é um complexo de espaços culturais construído pelo famoso arquiteto Oscar Niemeyer. No local estão localizados o Museu de Arte Contemporânea, uma biblioteca, o Palácio da Música Belkiss Spenziere e o Monumento aos Direitos Humanos. O complexo, que é uma das opções de lazer da cidade passou por reforma e já está está reaberto ao público. 

Memorial do Cerrado.

O memorial retrata desde a origem do planeta Terra até a chegada dos portugueses ao Brasil. É um local único, que reúne história, cultura e muita natureza. O local é enorme, então reserve no mínimo um período do dia para ficar por lá. O Memorial é formado pelo Museu de História Natural, pela Vila Cenográfica Santa Luzia, pela Fazenda Baraúna e pela réplica em tamanho real de uma aldeia indígena e de um quilombo do cerrado. 

Arca Parque

Planeje-se para aproveitar um fim de semana com muita diversão e sol, venha para o Arca Parque. O parque conta com Piscinas com Águas Quentes, Playground Aquático, Lagos de Pesca, Caiaque, Pedalinho, Stand Up Paddle, Fazendinha com Mini Animais, Quiosque com Churrasqueira, Rancho para Eventos, Haras Salomão, Encantário de Pássaros, Redário, Restaurante e muito mais. 

O parque temático se encontra a apenas 30 minutos de Goiânia e une os melhores ambientes aquáticos e esportivos com um importante contato com a natureza e os animais. E para se preparar, saiba mais acessando nosso site!

Agora, se você pretende ter uma segunda casa e está conhecendo melhor as cidades para escolher o lugar ideal, leia nosso Ebook e saiba como ter mais qualidade de vida morando em um condomínio fechado de chácaras.